NOTÍCIAS

Em entrevista ao jornal, cooperado fala sobre a ocorrência de artrite e artrose em crianças. 24/10/2019

Em entrevista ao jornal, cooperado fala sobre a ocorrência de artrite e artrose em crianças.

A maioria das pessoas atribui doenças como artrite e artrose a idosos, mas a artrite reumatoide, por exemplo, acomete pessoas de todas as idades, inclusive crianças. No final do mês de setembro, nosso cooperado Gabriel Moura, membro da SBOT e professor de medicina na UVV, concedeu uma entrevista ao jornal A Tribuna, em que explicou que doenças reumáticas podem atingir crianças de diferentes idades.

“As doenças reumatológicas geralmente acontecem por conta de um distúrbio no sistema imunológico, que passa a produzir anticorpos contra ele mesmo. E elas aparecem, normalmente, após uma doença viral”.

Moura destacou que a doença se torna um gatilho para quem já tem uma predisposição genética, e menciona alguns dos sintomas que podem surgir. “O tipo de artrite mais comum nas crianças é a artrite idiopática juvenil, também conhecida como artrite reumatoide juvenil, que tem como sintomas principais as dores articulares, mas o paciente pode ainda ter febre, edemas e inchaço nas articulações. Também pode causar manchas na pele e até alguns sintomas oculares”, declara.

Se o diagnóstico não for feito corretamente, a criança pode desenvolver uma deformidade articular precoce, como se a articulação envelhecesse antes do tempo. Isso acarretaria limitação do movimento e até mesmo algum tipo de deformidade nos membros. O tratamento é específico e costuma ser administrado por um reumatologista pediátrico, com uso de medicações que alteram o sistema imune.

“São levadas em consideração uma série de características individuais do paciente, como o tipo da doença e a idade”, afirma Moura. O cooperado destacou ainda que, por se tratarem de doenças autoimunes, a ciência ainda busca por fatores de prevenção, e que há poucos trabalhos na literatura médica sobre o assunto. “Até uma simples gripe pode desencadear a doença”, lembra.

Além dos esclarecimentos para a matéria, o cooperado Gabriel Moura ainda tirou algumas dúvidas dos leitores do jornal. A COOTES ressalta a importância desse tipo de comunicação, que leva nossos médicos a falar diretamente com a população e com ela compartilha conhecimento útil, que pode alertar todos para a prevenção de doenças mais sérias e contribuir para diagnósticos no estágio inicial das enfermidades.

BUSCA

OUTRAS NOTÍCIAS

PARCEIROS

COOTES

R. Abiail do Amaral Carneiro, 191, Ed. Arábica - Sala 607/608, Enseada do Suá, Vitória/ES, 29.050-535

27 99254-2742
27 3325-3183
© 2019 - Todos os direitos reservados Balaio Design + Estratégia